"PoLiTiCaMeNTe iNCoRReTa!!"

segunda-feira, 23 de abril de 2007

FaLtA dE NadA

E o pensamento..
Vaga... Divaga... Devagar...
Frases ansiosas perambulam nessa mente
cheia de preguiça...
Palavras que querem ser soltas
andando impacientemente para lá e cá.
Aguardando o solene momento..
Em movimentos incertos
os pensamentos vão se chocando.
Quase entrando em colapso,
Qual artista que não captura o traço.
Quando a caneta não consegue escrever,
Nao há pensamento que faça
a boca dizer o que tanto pensa
essa cabeça que não consegue
por nada para fora!
Mas não é falta de idéia.
Nem é falta de fato.
Também não é falta de palavra.
Sei lá de quê que tenho falta!!!

24 comentários:

  1. Minha cara Lurian,

    Escreves bem! Você visitou meu blog de política, mas tenho mais dois, um sobre cultura (Segundo Caderno) e um de poemas, que é coletivo. Entra lá no meu perfil e dá uma conferida, se desejar.

    Um abraço e grato pela visita ;)

    ResponderExcluir
  2. É falta da falta de não ter do que sentir falta, ainda bem, pois dessa falta saiu-lhe belas palavras que preenchem todas as faltas.
    carinho meu,flor
    beijossssssssss

    ResponderExcluir
  3. Qual é esse artista que n capitura...
    Acho que tenho que editar o termo artista do meu dicionario...

    ResponderExcluir
  4. Wevs!!!!

    Menino...
    O artista não captura o traço qdo o traço foge dele...
    As vezes.. as palavras fogem de mim...
    E de vc? Elas nunca fogem??

    Bjusssssss negão!!!

    ResponderExcluir
  5. Lula [David]

    Adorei ser Lurian...

    Não sei qto à paternidade..
    Mas..
    Lurian chega a ser quase chique...


    Bjus e thanks.

    ResponderExcluir
  6. É a falta de identificar o que faz falta. Será?


    Beijos!!

    ResponderExcluir
  7. Obrigado pela marca que deixou lá nas Estepes.
    Voltarei com mais tempo aqui.
    Abraço

    Fernando

    ResponderExcluir
  8. Menina, achei muito bom, aliás ótimo este texto-poema e também muito divertida a forma de descrever essa mudez que nos acomete a todos, nem tão raramente quanto queremos.
    Essas "palavras andando pra cá e pra lá" é realmente um aimagem perfeita e muito criativa.
    Adorei.

    beijos

    ResponderExcluir
  9. Lurian, eu queria falar com a Anne. Ela está?

    Moça, quer postar seus poemas lá no pseudo poemas?
    Se sim, disque 1
    Não, disque 6458233p847534089290jdlmf983
    Sei lá, disque 00
    Se deseja falar com um de nossos operadores, envie e-mail para aquinaogenesio@gmail.com.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  10. David!!!
    Eu quero sim!!!
    Obrigadinha pelo convite..
    Só não sei como é que faz...

    MAs vou mandar email.

    BJs

    ResponderExcluir
  11. Sei lá de quê tenho falta!!!! Exatamente isso... essa sensação de falta sem causa imediata e apreensível é fogo. Grande abraço e gostei muito do poema!

    ResponderExcluir
  12. Recebeu o convite do pseudo poemas?

    ResponderExcluir
  13. David

    Yes!!!
    Recebi e já postei.
    Thank u.

    ResponderExcluir
  14. Gostei!

    Muito interessamte!!

    beijos!!

    ResponderExcluir
  15. Me sinto assim com meus pensamentos, tem horas que eles me escravizam nem sei porque.
    Obrigado por ter ido no blog antigo e comentado lá, há quase 2 anos o endereço é outro.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Uma confusão de percepções.. gostei.

    ResponderExcluir
  17. Minha linda noiva escreve muito, adoro tudo que vc faz te amo linda!

    ResponderExcluir
  18. Adorei essa perspectiva...
    Adorei a falta de nada.
    Vc é completa.
    Escreve muito bem.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  19. Pensar...esse "engulho" da nossa inteligência.

    Há gente no alto das montanhas passando a vida a encontrar forma de não pensar. Tantos mosteiros zen repletos de gente nessa procura e...um gato sobre um telhado qualquer, simplesmente apanha sol, não se esforça e não pensa.

    Obrigado pela visita lá pelo meu lugar e pelas palvras.

    Beijo

    ResponderExcluir
  20. ...da palavra para ser dita no tempo do pensamento, nascendo da ideia vaga, devagar, a divagar...

    ...da falta de tempo para pensar a palavra, escrevê-la no pensamento, dar-lhe movimento...

    ...do tempo vida, através da palavra escrita, dita, feita sentido... de vida...

    Bjbj

    ResponderExcluir
  21. Hello Anne,
    I am glad that you like my photos :)...

    and I hope that one day you will write something in English on your blog (becouse i am interested in what you are writing about).

    ResponderExcluir
  22. me encanto...

    "falta de palavra"

    muy cierto!

    beijos

    ResponderExcluir

Comenta!