"PoLiTiCaMeNTe iNCoRReTa!!"

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

LeSs iS MoRe


Ele a enchia de diamantes nos dedos..
Tantos eram que os dedos faltavam
E nem de dinheiro ela tinha falta
E nem diamantes a impressionava

Eram tantas rosas e trovas
Que a casa já não tinha vasos
Eram rosas novas em lixo velho
Eram vasos novos com rosas mortas

E ele ligava 18 vezes por dia
pra dar bom dia, boa tarde e blá blá blá
pra dizer o cardápio e contar da dor da barriga
E jurar 900 vezes o seu enfadonho amor

E quando se encontravam, ainda tinha mais rosas
Ainda tinha mais juras
Ainda tinha mais trovas
Um doce melado, enjoativo profundo.

Ela bem que tentou avisar
Ele se fez de rogado
Ela disse pra dar um tempo,
se afastar um bocado

Pra dar tempo de sentir saudade
Pra ver se aparece a vontade
Um pouco menos da presença
Faz a gente querer de verdade

Pra que tanta rosa, diamante e poesia
Se um simples beijo mostra o que a gente sente de verdade
Pra que sufocar, prender, controlar,
Se é com a liberdade que o preso vive a sonhar???

Menos é mais!
Ele não entendeu!

17 comentários:

  1. Anne,
    adorei...passo os melodramas, as coisinhas melosas e piegas! Nem tão ao céu nem tão a terra... Mas tudo que é demais lota a paciência!rsrsrs
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Fantástico! É interessante saber que não são os bens materiais ou a preocupação excessiva os elementos primordiais. Tudo que é muito, cansa. E parece que quanto mais se tem, menos se tem. (Já falamos a respeito disso, né?). E tem tanta coisa que demoramos a enxergar... Às vezes um simples gesto, uma única palavra pode confortar. A beleza da vida está na simplicidade das coisas, e custamos a perceber isso tudo.

    Adorei o seu post, querida! =)Poético, expressivo e sincero.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Uau!!!!
    A simplicidade fala muito mais... De q adianta ganhar o mundo inteiro???? Ás vezes os pequenos gestos são mais valiosos!!!!
    Lindo e poético.
    Bjao
    Andreia

    ResponderExcluir
  4. É um prazer ter uma amiga, q é vc!!!
    Gostei muito!!! Eu nem sabia q existia esse blog, mas é bom saber q eu conheço alguém q se expresse tão bem!!!

    ResponderExcluir
  5. isso, fantastico
    uma simples troca de olhar não tem preço e faz um bem danado ao musculo cardiaco.


    nunca mais me visitou né?

    beijo

    ResponderExcluir
  6. Adorei o poema!
    Há os que pecam pela falta (a maioria) e há estes que transformam o amor em pridão.
    O bom sempre é o equilíbrio.

    beijos, saudades.

    ResponderExcluir
  7. Gostei de ler:)
    A LUZ QUE TE DEIXO É DA COR DA MINHA VIDA:)

    ResponderExcluir
  8. O meio-termo, nesse caso, é a perfeição!!!

    ResponderExcluir
  9. Difícil perceber a psíque feminina. Se um homem tem vontade de exprimir os seus sentimentos várias vezes num dia é sufocante. Se não exprime ou exprime minimamente é porque não tem interesse.
    Em que é que ficamos?

    PS:Os meus sinceros agradecimentos pela tua presença lá....

    Lobo das Estepes

    ResponderExcluir
  10. Creio, que um poema, satirizando o amor, o amor de interesses. De qualquer forma quem dá, pretende sempre receber. Sem isso, o dar não tem sentido. E digam o que disserem, o resto é conversa fiada.
    -----------------
    É verdade que não me lembro deste blogue, deste teu blogue. Foi a falta de continuidade. Algo semelhante ao amor, Deixando de haver carícias, o amor, ou o pseudo-amor, vai desvanecendo.
    Fica bem.
    Felicidades.
    Vai aparecendo, eu enviar-te-ei uma pétala de rosa, através do vento.
    Manuel

    ResponderExcluir
  11. Oi

    O Blog tá muito legal!
    Bons posts!

    Parabéns!

    Abraço!


    Se puder visite!!!

    http://tiagoenes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Nem muito nem pouco, o necessário
    basta, né?

    Também gostei do vosso blog
    voltarei mais vezes.

    Beijo's

    ResponderExcluir
  13. "Você entendeu tudo errado - disse o princepezinho."

    O que dizer? Não tenho muito pra comentar, o poema é completo e deixa a gente assim: concordando abobado. O personagem da história era uma mulher , mas isso tb ocorre com os homens...

    mto bom os textos q li por aqui...
    voltarei, pode? rs

    bjo

    ResponderExcluir
  14. adoro tudo o que vc escreve, Anne! beijinho

    ResponderExcluir
  15. "Pra que sufocar, prender, controlar,
    Se � com a liberdade que o preso vive a sonhar???"

    Gostei bastante.... trata de um problema de amor que n�o � mto falado! E sabe?Na maioria das vezes quem est� no papel dessa menina, mulher � vista como ingrata ou reclamona...rsrs..

    Engra�ado � q nem sempre quem quer viver � bem visto.... msm sendo a vida um direito nosso!!

    Bjinhos... Pode voltar sempre... ah e vou vir aqui mais vezes tbm!!! :)

    ResponderExcluir
  16. Anne,
    que bom chegar até aqui e encontrar tanta coisa boa! Vou voltar sempre pra ler suas poesias maravilhosas, tão verdadeiras e sinceras. Me senti em casa!
    Beijos (obrigada pela sua visita)
    Rosana

    ResponderExcluir

Comenta!